Image Map

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Opinião: Jonathan Strange e o Sr. Norrell de Susanna Clarke

Sempre que ia à biblioteca que um certo livro vermelho me saltava à vista. Uma vez dei uma olhadela e gostei do tema mas como era um calhamaço com letras tão pequenas deixei ficar. Recentemente, enquanto passeava por canais de booktubers internacionais, deparei-me de novo com este livro. Vi alguns vídeos que me convenceram, ganhei coragem e lá o requisitei. E ainda bem que o fiz.

Jonathan Strange e o Sr. Norrell foi um livro que levou dez anos a ser escrito e uma pesquisa imensa por parte da autora.

O livro começa por nos apresentar, sempre numa linguagem peculiar, a sociedade de magos de Inglaterra, todos eles magos teóricos pois a magia há muitos anos que havia desaparecido do país. Esta sociedade acaba por ser desfeita por parte do Sr. Norrell, o primeiro mago praticante em muitos séculos. Com uma personalidade também ela própria, o Sr. Norrell passa os seus dias fechados na sua biblioteca gigantesca pela qual tem um carinho especial. Há medida que o livro avança surge outro mago praticante, o Jonathan Strange com uma personalidade muito mais afável e socialmente mais popular que o seu companheiro. Começa por ser aluno do Sr. Norrell e juntos terão a tarefa de restaurar de novo a magia dos tempos áureos em que o Rei Corvo (maior mago de todos os tempos) governada Inglaterra e Fairie (país dos elfos).

A ação começa no ano de 1807 e decorre pelos anos à medida que as personagens se deparam com as mudanças da época como a guerra. É portanto um livro de história alternativa que acompanha a luta dos ingleses contra Napoleão Bonaparte, em terras como Portugal, Espanha e Bélgica.

Todo o livro pode ser lido como um livro de história acompanhado por notas de rodapé que dão vida e veracidade à história contada pela autora. A escrita é maravilhosa, cheia de detalhes e sarcasmo, sendo por isso comparada a grandes escritores como Jane Austen e Charles Dickens. O narrador apresenta-nos a história de uma forma tão mágica como as próprias personagens. No decorrer dos capítulos são-nos apresentados diferentes pontos de vista e um desenrolar muito bom de toda a ação culminando num final estupendo.

São abordados temas sociais como a discriminação de género e racial sempre com personagens típicas e que transparecem a realidade da época e de hoje em dia.

Não posso recomendar que chegue este livro principalmente para os amantes de fantasia. Uma excelente leitura principalmente para os dias frios de Inverno onde nos é apresentada uma Inglaterra de sonho.

Deixo aqui ficar o trailer da mini-série da BBC baseada neste livro que mal posso esperar para ver :)


                  

Beijinhos 
Marina Pinho 

11 comentários:

  1. Parece mesmo interessante! :D Só fico de pé atrás por causa do tamanho... mas está na TBR! :P
    Gostei da opinião :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já leste o Don Quixote por isso :b
      Obrigada! :)

      Eliminar
    2. Também já leste o Don Quixote por isso :b
      Obrigada! :)

      Eliminar
  2. Parece mesmo bom!! Acho que vou seguir a tua dica no vídeo das leituras do mês e TENTAR lê-lo no inverno! Depois dos exames vai saber bem!! *-*
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  3. Uma primeira obra brilhante que passou despercebida no nosso país... Um dos meus livros favoritos, sem dúvida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida mesmo! E parece que vem aí uma sequela :)

      Eliminar
  4. Adorei! Já o tenho debaixo da árvore! :)

    ResponderEliminar

Thank's for your lovely comment :)